segunda-feira, 19 de março de 2012

O que carregamos?



Certa vez, dois monges viajavam juntos por uma estrada lamacenta. Chovia torrencialmente, o que dificultava a caminhada. A certa altura tinham que atravessar um rio, cuja água lhes dava pela cintura. Na margem estava uma moça que parecia não saber o que fazer:


- Quero atravessar para o outro lado, mas tenho medo!

- Venha, menina. - Disse o monge mais velho de imediato. E imediatamente a ergueu nos braços e a carregou, atravessando o lamaçal até à outra margem.

O outro monge ficou estupefato mas não falou nada até à noite, quando eles atingiram o alojamento do Templo. Então não se conteve mais e disse:

- Nós monges não nos aproximamos de mulheres. Especialmente se forem jovens e atraentes. É perigoso. Por que fez aquilo?

Imediatamente o outro monge respondeu:

- Eu deixei a moça lá. Você ainda a está carregando?


Parábola budista.

2 comentários:

  1. Helena, gostei muito da parábola, tanto que compartilhei no Facebook! Obrigado!! Eliana

    ResponderEliminar
  2. Olá, Eliana! Compartilhe sempre que queira, fico feliz com isso. Um abraço. Helena

    ResponderEliminar