sábado, 2 de abril de 2011

Exercício de Meditação

Não é fácil conseguir o equilíbrio emocional e mental nos dias em que vivemos. Na verdade, somos confrontados com tantas e tão diversificadas solicitações, saltitamos tão apressadamente de tarefa em tarefa, que corremos o risco de criar para nós próprios e para os que nos rodeiam uma existência desoladora.


Um verdadeiro antídoto para o cenário que acabo de descrever é, sem dúvida, a prática quotidiana da meditação. Com esta prática, podemos serenar a mente e experimentar momentos de paz que contribuirão para melhorar a nossa qualidade de vida.

O segredo para a meditação resume-se em algumas palavras: disciplina, concentração e persistência. Disciplina para que, todos os dias, de preferência à mesma hora, se disponha a sentar por alguns minutos num sítio arejado e acolhedor em que possa estar sozinho e sem ser interrompido. Concentração, para que se consiga focalizar na meditação em si, afastando os pensamentos dispersos que possam surgir. Persistência, para não desistir da prática e continuar diariamente a praticar.

Muitas pessoas sentem dificuldade em encontrar um objectivo para a meditação. Procurando ajudar, proponho o seguinte exercício:

  1. Feche os olhos ou mantenha-os semicerrados, se tem tendência a adormecer. 
  2. Comece a controlar a sua respiração, inspirando e expirando profunda e prolongadamente.
  3. Relaxe cada músculo do corpo, um a um (rosto, pescoço, costas, abdómen, braços, mãos, dedos, ancas, pernas e pés). Se notar alguma tensão, faça por relaxar os músculos ou tendões da área em questão. 
  4. Concentre-se numa música, num som ou simplesmente numa imagem. Se lhe ocorrerem pensamentos dispersos, não os reprima mas afaste-os com gentileza. Simplesmente deixe-os ir como se fossem cenas de um filme. 
  5. Visualize-se envolto numa luz branca simbolizando amor, recebendo essa luz do Universo. Sinta-se inundar por essa luz e, de seguida, visualize que transmite essa luz para as pessoas que lhe são queridas; para os seus familiares; amigos; colegas de trabalho; pessoas com quem se cruza diariamente; todas as pessoas que partilham consigo este planeta e, finalmente, o próprio planeta. Concentre-se somente nessa luz e no sentimento de amor, partilha e cura.
  6. A cada respiração tente ir mais fundo no seu estado de relaxamento.

Para este exercício não são necessários mais do que 5 minutos diários. Notará que sentirá paz e uma sensação de leveza ao retornar ao seu quotidiano.


**Sinta-se à vontade para partilhar este artigo no seu blog, site ou newsletter. Se o fizer, por favor inclua o nome do autor e um link a este site**

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não a obras Derivadas 2.5 Portugal.

2 comentários: