sábado, 29 de janeiro de 2011

Coloque-se em movimento



Para que consigamos chegar a algum lugar precisamos tomar acções efectivas que nos conduzam a esse determinado ponto.


Colocar-se dentro do seu automóvel, em frente ao volante, não o capacita por si só a chegar a nenhum lugar. É preciso escolher colocar o carro em movimento e conduzi-lo até ao sítio pretendido. O que quero dizer com esta metáfora é que é sempre necessária uma acção específica. Não basta desejar e visualizar aquilo que se pretende alcançar. É preciso fazer, agir.

Muitas pessoas têm todos os recursos necessários para o sucesso mas mantém-se num estado de espera que não os leva a lugar nenhum, o que resulta num enorme desperdício de tempo, talento e poder.

Todo aquele que não empreende acções específicas é alguém que nunca realizará os seus sonhos nem se atreverá a explorar o seu potencial. Infelizmente, demasiadas pessoas despendem a sua vida numa árdua labuta, sempre correndo de um lado para o outro mas não conseguindo acrescentar nada de significativo à sua existência.

Talento, oportunidades, ideias e mesmo possibilidade de visibilidade nunca vingarão se falharmos na criação de um plano de acções. Não basta falar acerca do sucesso e da mudança de vida. A teoria tem de ser acompanhada pela prática.

Seguem-se algumas sugestões úteis para colocar os seus sonhos em movimento.

Tome o primeiro passo
Alguém que tenha alguns conhecimentos de física saberá dizer-lhe que é sempre mais difícil dar o primeiro passo do que manter-se em andamento. Não é por acaso que o primeiro passo é simultaneamente o mais assustador e o mais importante. Os adiamentos são o maior inimigo das conquistas, o refúgio dos fracos e um sinónimo de medo. Por isso, não perca tempo a dar o primeiro passo. Não olhe para trás e ponha-se em movimento. Vai ver que mais tarde irá dizer: “Já devia ter feito isto há muito tempo atrás” ou “Não percebo do que é que tinha tanto receio”.

Considere o custo da não mudança
Imagine a sua vida dentro de cinco ou dez anos se não existirem mudanças na sua vida e não perseguir os seus sonhos. Imagine-se com mais cinco ou dez anos a viver exactamente como até agora.

  • Ainda não tomou uma decisão significativa
  • Ainda não arriscou a sua oportunidade
  • Continua a ser controlado por pessoas e circunstâncias
  • Continua a desperdiçar o seu potencial
  • Continua a falar demasiado e a fazer muito pouco pelo seu progresso
  • Continua a encontrar desculpas atrás de desculpas
  • Continua a pensar que este não é o momento certo para iniciar aquilo que sabe que tem de ser feito
Gosta desta imagem?
Saiba que a mudança usualmente tem a ver com a atitude certa, com escolhas e comportamentos certos. O momento certo é sempre agora, neste preciso momento.

Adquira clareza e certezas
Tenha a certeza daquilo que pretende ou não pretende da sua vida. Por vezes, o simples facto de captarmos a imagem daquilo que não queremos é suficiente para nos movermos na direcção correcta.

Deixe de viver uma existência repetitiva que o fazem sentir miserável. Quanto mais certezas tiver acerca daquilo que pretende, mais simples será para si manter-se focalizado e produtivo. Se não tiver a clareza suficiente, então faça o seu melhor para reorganizar a sua mente. Esforce-se para ganhar alguma perspectiva e despenda mais tempo consigo próprio. Pare de se manter tão ocupado, nem que seja por um único dia, e ouça a sua voz interior. Quando fazemos o esforço de procurar espaço, tempo e quietude para conseguirmos ouvir a nossa voz interior, a clareza desenvolve-se.

Faça do entusiasmo um aliado
O entusiasmo opera milagres. Quando estamos entusiasmados, temos tendência a ultrapassar os medos e a fazer coisas novas. Agarramos oportunidades e tomamos decisões difíceis. Exploramos os nossos potenciais e focalizamo-nos nas soluções. Encontramos mais recursos. Experimente conversar com alguém que tenha atingido os seus objectivos e paixões e compreenderá a que me refiro quando falo em entusiasmo.

Por outro lado, se verificar que não se consegue entusiasmar nem um pouco quando pensa nos seus objectivos, então muito provavelmente precisará de encontrar objectivos diferentes.

Defina prazos
Defina prazos e comprometa-se a respeitá-los. Não defina prazos muito alargados no tempo, é preferível sujeitar-se a pressões do que abrandar o ritmo. Não espere por alturas convenientes para a sua agenda, simplesmente comprometa-se a definir um prazo o mais aproximado possível no tempo.


**Sinta-se à vontade para partilhar este artigo no seu blog, site ou newsletter. Se o fizer, por favor inclua o nome do autor e um link a este site**



Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não a obras Derivadas 2.5 Portugal.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Tempo para Aprender




Um jovem estudante Zen aproximou-se do seu mestre e perguntou:

- Se eu trabalhar e me esforçar muito, quanto tempo levarei para encontrar a iluminação?

O Mestre pensou durante uns instantes e depois respondeu:

- Dez anos.

O jovem replicou de imediato:

- Mas, se eu trabalhar mesmo muito e me aplicar diligentemente para aprender rápido. De quanto tempo precisarei então?

O mestre respondeu:

- Bem, nesse caso, perto de vinte anos.

- Mas, se eu der o máximo de mim próprio nesse objectivo, se me empenhar até ao limite das minhas forças. Quanto tempo, então? – insistiu o jovem.

- Trinta anos. – Respondeu o mestre, imperturbável.

- Não compreendo, mestre! - não se conteve o jovem, desapontado. – De cada vez que eu digo que me esforçarei mais e mais, diz-me que demorarei ainda mais tempo. Como pode ser isso?

O Mestre esboçou um sorriso pacífico e respondeu:

- É simples. Quando tens um olho num objectivo, somente consegues ter um olho no caminho.



Autor desconhecido



Apesar de ser necessário ter uma visão e objectivos concretos na vida, é fundamental fazer o caminho que nos leva a essa visão. A cada passo que damos, aprendemos lições e adquirimos ferramentas que nos permitem evoluir. Não devemos ter pressa em alcançar a meta final. Esta metáfora inspira-nos a estar atentos ao que a vida nos dá diariamente, a aproveitar cada momento como se fosse uma bênção.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Projectos de Novo Ano


No início de um novo ano, poucos de nós resistem à tentação de firmar novos projectos. Feito o balanço em relação ao ano que passou, esta é a altura escolhida para planear mudanças efectivas de vida. Poderá querer emagrecer, fazer mais exercício físico, iniciar uma dieta mais saudável, iniciar um negócio, encontrar um relacionamento harmonioso, mudar de casa – as opções são inúmeras.


Infelizmente, tenho de lhe dizer que as estatísticas indicam que a maior parte dos propósitos acaba por não vingar, sendo colocados de parte passado pouco tempo. Para que os seus sonhos para 2011 não venham a fazer parte dessas estatísticas, deixo-lhe algumas directrizes:

  • O que é que pretende em concreto? Escreva num papel o que realmente quer alcançar.
    O seu propósito deve ser claro para si. Visualize claramente esse objectivo. 
  • Alguém será prejudicado se alcançar esse objectivo? Em caso negativo, siga em frente com renovada energia.
  • É de facto importante para si concretizar esse objectivo?
    É necessário que deseje ardentemente alcançar esse objectivo. Para testar a intensidade do seu desejo, imagine a sua vida sem ter alcançado esse objectivo e depois imagine a sua vida tendo-o alcançado.
  • Tem de acreditar que vai alcançar esse objectivo. Tem de ter fé.
  • Tem de firmar um compromisso consigo próprio de nunca desistir, aconteça o que acontecer. Certamente irão surgir obstáculos mas nunca deverá ceder à ideia de desistência.
  • Que alternativas estão à sua disposição para atingir esse objectivo? Escreva todos os passos que são necessários para atingir o que pretende. 
  • Onde estará quando atingir o objectivo? Visualize o local com todos os pormenores. Como será o ambiente ao seu redor? Quem estará presente? 
  • Qual é o prazo que determina para a concretização desse objectivo? Escreva num papel a data em que pretende que o objectivo esteja concluído.

Tenha em mente que não basta escrever uma lista de intenções para o novo ano. Para cada intenção é preciso estabelecer um Plano de Acções. No final terá sempre que agir e lutar pelos seus sonhos. Sem acções específicas, os seus objectivos não passam de meros desejos.

**Sinta-se à vontade para partilhar este artigo no seu blog, site ou newsletter. Se o fizer, por favor inclua o nome do autor e um link a este site**



Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não a obras Derivadas 2.5 Portugal.