terça-feira, 17 de agosto de 2010

Falsas Percepções


A forma como encara as suas experiências de vida é extremamente importante. A maioria das pessoas vive de um modo reactivo, ou seja, tem tendência a tomar acções somente como resposta ao que vai acontecendo no exterior. Se tem a percepção de prazer, toma acções para se aproximar e integrar esse prazer. Se tem a percepção de perigo, toma acções para se defender ou afastar desse perigo.

O grande problema desta abordagem é que as reacções estão sempre interligadas com a percepção que se tem da realidade. E essa percepção pode não ser a mais adequada ou vantajosa. Por exemplo, ao sermos demasiado defensivos, estaremos no fundo a provocar ataques. Ao sermos pessimistas, estaremos a atrair mais obstáculos para a nossa vida. Se acreditamos que somos pobres e carentes de oportunidades, então não vamos encontrar motivação para melhorar as nossas vidas. Está a ver como as coisas se processam? Uma reacção baseada numa percepção derrotista poderá transformar-se em profecia de derrota.

Em vez de viver de uma forma reactiva, o ideal seria aprender a viver proactivamente. Esse poderia ser o pontapé de saída para transformar a sua vida de uma forma significativa. Mas será já um grande avanço se for exercitando a mudança do seu padrão de pensamento, caso este seja negativo. Ao fazê-lo, estará automaticamente a mudar toda a sua experiência de vida.

Saiba que os limites existem simplesmente na nossa mente. Para que possa confirmar essa realidade, convido-o a responder às seguintes perguntas:

  1. Acredita genuinamente que pode obter mais sucesso do que o que tem neste momento?
  2. Pensa que a falta de oportunidades o impede de ser mais próspero?
  3. Parece-lhe que existem demasiados obstáculos entre si e os seus sonhos?

Faça uma lista de tudo o que esteja a impedir ou a limitar a realização dos seus sonhos. Certifique-se que está a incluir todos os obstáculos internos e também os externos. Inclua informação acerca dos seus medos e dúvidas, bem assim como carências de oportunidades. Seguidamente, examine todas as respostas com atenção. Analise bem cada item e pergunte-se se isso será mesmo 100 por cento verdade. Se seguir esta metodologia com abertura de espírito e humildade, poderá ficar surpreendido com os resultados. E começara a duvidar de muitas coisas que antes lhe pareciam verdade.

Por exemplo, se numa das respostas tem algo como,”Não posso obter sucesso porque não tenho nenhum grau académico”, pergunte-se se não existem pessoas bem sucedidas no mundo que não tenham frequentado o ensino superior. Poderá consultar a biografia de figuras de grande renome na história e comprovar que grandes vultos não tiveram sequer educação escolar. Muitos deles tiveram infâncias de extrema carência e, mesmo assim ou apesar disso, participaram decisivamente no progresso da humanidade. As coisas mais importantes da vida não se ensinam nas escolas tradicionais e um diploma não lhe confere, por si só, sucesso na vida.

Este processo permite obter uma grande clareza e poderá ser uma preciosa ajuda para compreender onde está a colocar limitações ao seu próprio sucesso.

É importante que continue regularmente a questionar-se acerca das suas percepções, porque algumas delas poderão ser falsas, estar solidamente enraizadas no seu subconsciente e impedi-lo de realizar aquilo que é mais importante para si. Se tomar estas medidas, verá que as falsas percepções se esbatem e mesmo desaparecem com o tempo. Nesse momento, terá a certeza absoluta que não eram verdadeiras de todo e estará em condições de as substituir por outras mais motivadoras.

**Sinta-se à vontade para partilhar este artigo no seu blog, site ou newsletter. Se o fizer, por favor inclua o nome do autor e um link a este site**

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-Não a obras Derivadas 2.5 Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário