sábado, 2 de janeiro de 2010

Propósitos de Ano Novo


Ano velho enterrado e passado já um dia de 2010, eis que temos 364 dias novinhos em folha pela frente. Olhamos, maravilhados, a promessa de chegada de uma nova fase nas nossas vidas. As passas foram engolidas à pressa e quase a seco às doze badaladas, acompanhadas pelos desejos mais profundos para um bom e feliz ano. Na nossa mente delineámos intenções e sorrimos, esperançados na sua concretização. Firmámos os mais díspares propósitos e projectos.

Ano após ano, a mesma cena repete-se. “Vou emagrecer! Vou deixar de fumar! Vou encontrar o(a) companheiro(a) da minha vida! Vou investir mais em mim! Vou estabelecer o meu próprio negócio! Vou….” Ano após ano renovam-se os sonhos.

Infelizmente, a maior parte dos propósitos ficará pelo caminho, enfraquecidos e depois aniquilados pela passagem dos dias e dos meses. Em Março ou até antes, muitos deles estarão já completamente esquecidos. O que correu mal entretanto?

Na verdade, concretizar um Propósito não é tão fácil como parece. Não basta atirar com uma semente para o solo, deixá-la lá ficar e ir à sua vida. Quem se dedica à agricultura sabe que as coisas não se processam dessa forma. Para que a semente dê frutos são necessários trabalhos e dedicação constantes. E é necessário saber esperar o tempo devido.

Também não é preciso que desespere ou desista dos seus sonhos. Não é esse o meu propósito, bem pelo contrário. O que pretendo é que faça as coisas como deve de ser. E para que seja bem sucedido e possa concretizar os seus sonhos em 2010, aqui vão algumas directrizes:
  • O seu propósito deve ser claro para si. O que é que pretende em concreto? Visualize claramente esse objectivo.
  • Deve ponderar se alguém será prejudicado se alcançar o seu objectivo. Se isso acontecer, é melhor desistir de imediato. Se, pelo contrário, esse propósito não só o beneficia a si como a outros, então siga em frente com renovada energia.
  • Deve haver uma forte razão para que pretenda alcançar esse objectivo.
  • Deve ser bastante importante para si. Deve desejá-lo ardentemente. Para testar a intensidade do seu desejo, imagine a sua vida sem ter alcançado esse objectivo e depois imagine a sua vida tendo-o alcançado.
  • Tem de acreditar que vai alcançar esse objectivo. Tem de ter fé.
  • Tem de firmar um compromisso consigo próprio de nunca desistir, aconteça o que acontecer. Certamente irá encontrar obstáculos mas nunca deverá ceder à ideia de voltar atrás nas suas intenções.


Tenha em mente que não basta escrever uma lista de Propósitos para o novo ano. Para cada Intenção é preciso estabelecer um Plano de Acção. No final terá sempre que agir e lutar pelos seus sonhos. Sem uma Acção específica, os seus objectivos não passam de desejos e jamais sairá do mesmo lugar.

Sem comentários:

Enviar um comentário