quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Meditação dos Três Centros




Conseguiu dedicar alguns minutos para a prática da meditação. Está recolhido no espaço favorito que reservou só para si. Desligou os telefones e desligou-se de todos os compromissos, problemas ou burburinhos mundanos. Eventualmente acendeu uma vela ou colocou incenso a queimar. Está confortavelmente sentado e confere que a sua coluna se encontra direita. O seu queixo está um pouco para cima e a língua toca o céu-da-boca. As suas mãos repousam nas pernas, com as palmas para cima ou com os dedos polegares tocando os indicadores. Está tudo mais que perfeito mas... e agora, o que fazer?

Calma. Vou sugerir-lhe uma técnica para se exercitar na meditação.

Comece por respirar profundamente através do nariz. Exale prolongadamente para esvaziar todo o ar dos pulmões. Através de uma respiração “normal”, usualmente exalamos somente 40% do ar existente no organismo, por isso certifique-se que respira profundamente. De seguida, concentre-se nos seguintes pontos, dedicando cerca de 2 a 3 minutos para cada um deles:

  • No centro inferior do seu abdómen, logo acima dos órgãos reprodutores. Ao inalar, sinta o seu umbigo a expandir-se. Isto permite que o diafragma relaxe, facilitando a circulação do ar nos pulmões. Ao exalar, sinta o ar a ser expulso do abdómen.

    Visualize uma bola de energia cor-de-laranja, como um pequeno sol, crescendo no seu abdómen. A cada respiração visualize essa bola tornar-se mais radiante e luminosa. Imagine que essa bola se expande e alastra para o chão, como que adquirindo raízes que o conectam com o solo.

    Ao transferir energia para o centro abdominal, descrito como um ponto importante para técnicas meditativas, estará de facto a potenciar a criatividade e a adquirir orientação, estabilidade e harmonia. Estará a criar um reservatório de energia física e sexual que lhe garante força e vitalidade. Estará também a adquirir estabilidade emocional, tolerância e um contentamento geral com a vida.

  • No centro do seu peito, bem no coração. Mantendo a respiração tal como indicado no ponto anterior, visualize uma bola de energia verde, crescendo no seu peito. A cada respiração visualize essa bola tornar-se mais radiante e luminosa. Imagine que essa bola se expande em seu redor, derramando amor e gratidão por tudo e todos, enchendo a sala, toda a sua casa e todo o mundo.

    Focalizar-se no centro do coração permite-lhe libertar-se de emoções negativas, elevar as suas vibrações e alcançar um estado benéfico de positividade. Na medida em que a frequência das ondas cerebrais e os batimentos cardíacos diminuem, e a sua respiração se harmoniza, são gerados sentimentos e emoções positivas tais como amor, paz, sensibilidade, perdão, compreensão, gratidão, consciência de grupo e união com a vida. Estes sentimentos operam milagres e transmitem-lhe um bem-estar geral.

  • No centro superior da cabeça, bem no seu topo. Mantendo a respiração tal como indicado nos pontos anteriores, visualize uma bola de energia violeta, crescendo no crânio. A cada respiração, visualize essa bola tornar-se mais radiante e luminosa. Imagine que essa bola se expande para o alto, alastrando-se para o tecto e conectando-o com o espaço infinito.

    Focalizar-se no Centro da Mente pode ajudá-lo a desenvolver uma percepção de silêncio e intuição. Através dessa experiência compreenderá que faz parte de Um Todo, ao qual todos nós pertencemos. Desvanecerá a ilusão de separação e individualidade. Este ponto está associado ao mundo espiritual e à ligação com o Divino. Indica como qualidades e lições a aprender a unificação do Eu Superior com a personalidade humana, a união com o infinito, vontade espiritual, inspiração, unidade, sabedoria e compreensão divina. E ainda, idealismo, serviço voluntário, percepção além espaço e tempo, e conformidade de consciência.



Seguidamente poderá imaginar um fio vertical unindo estes três centros e através do qual a energia vai fluindo harmoniosamente através do corpo físico. Transfira de novo a sua atenção para a respiração.

No final da sessão, em que cerca de quinze a vinte minutos serão suficientes, verificará que se sente calmo, relaxado, em harmonia e repleto de energia para retomar as suas actividades.

Em alternativa, poderá trabalhar os três centros individualmente, um por cada sessão de meditação.


Sem comentários:

Enviar um comentário