quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Ponha-se em acção!


Se alguma vez passou por um período prolongado de inércia, provavelmente se recordará do sentimento de futilidade e vazio que tomou então conta de si. Decerto desejava profundamente uma mudança mas, ao mesmo tempo, sentia-se impotente para fazer alguma coisa. Por mais planos que fizesse para tentar melhorar a sua vida nunca conseguia entrar em acção pois sentia receio de iniciar qualquer empreendimento.


Por vezes, o simples facto de pensar em tomar medidas pode parecer assustador mas saiba que, desde que ultrapassada, essa situação pode conferir-lhe poder. Se aprender a fazê-lo eficazmente, essa tomada de acção pode conduzi-lo para circunstâncias enriquecedoras e uma vida preenchida. Assim que iniciar o processo, vai aperceber-se que nunca existiu razão para medos e deixará de ficar preso na inércia.

Em primeiro lugar, tente compreender que a sua vida está da forma que está por causa da sua hesitação em tomar acção. É necessário que tome consciência desse facto porque só dessa forma se aperceberá de como é importante tomar um novo rumo. Por vezes, uma mudança de direcção pode ser dolorosa e provocar ansiedade e angústia mas acredite que se vai sentir bem melhor quando se dispuser a fazer qualquer coisa.
Pense em como a sua vida é actualmente e pergunte-se que situação gostaria de mudar primeiro. Poderá ser a sua carreira, os seus relacionamentos, a saúde, as finanças, o lazer ou qualquer outra área em que se sinta estagnado. Pense numa medida simples que possa desencadear todas as outras acções necessárias e o inspire a realizar uma mudança positiva. O primeiro passo é o mais importante pois, por mais pequeno que possa parecer, vai impulsionar todos os outros passos necessários à transformação.

Assim que se decida a tomar uma medida de acção em concreto, é necesário que se incentive a si próprio para não parar, aconteça o que acontecer. Acredite que a maioria das coisas de que temos receio simplesmente acaba por nunca acontecer. E pode até ser que nem sequer exista uma razão clara para se sentir assustado. Pode estar simplesmente com medo do desconhecido, o que é perfeitamente normal. Estimule-se a si próprio para que avance todos os dias um pouco, mesmo que lhe pareça um avanço insignificante. Ao longo do tempo, os pequenos passos transformam-se numa longa caminhada que poderá alterar de uma forma significativa o rumo da sua vida.
Assegure-se de que se liberta de qualquer tipo de expectativas acerca do que irá acontecer. Permita sentir-se bem consigo próprio simplesmente por ter feito alguma coisa para mudar a sua vida. E depois vá em frente. Assim que tiver tomado o primeiro passo, é necessário que continue em movimento para completar os passos seguintes. Tal como um período prolongado de inércia pode conduzir a um ciclo de negatividade e estagnação, a produtividade pode conduzir a um ciclo positivo de crescimento e evolução. Quanto mais acções puser em prática, mais fácil se tornará todo o processo.

Sem comentários:

Enviar um comentário