quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Em busca de uma vida simples e calma


Com a pressa e agitação dos nossos afazeres diários, acabamos mais tarde ou mais cedo por ansiar por uma forma de vida mais simples e calma. Se a sua vida se traduz numa corrida desenfreada contra o tempo, considere as sugestões abaixo indicadas, pois estas poderão trazer de volta à sua vida sentimentos de tranquilidade e simplicidade.
  1. Simplifique o ambiente à sua volta
    Livre-se de tudo o que já não necessita É espantosa a quantidade de “tralha” que conseguimos acumular nas nossas casas. E isso acontece porque pensamos que poderão um dia contribuir de alguma forma para as nossas vidas. É verdade que podemos retirar satisfação das posses materiais, mas quanto mais acumulamos mais sobrecarregados nos sentimos. Eventualmente viveremos numa constante desordem, mergulhados em pensamentos dispersos e em stress.Comece de imediato a organizar os seus pertences e a desfazer-se de tudo o que já não necessita. Faça doações a organizações de caridade ou a pessoas que lhe são próximas e que beneficiariam dessas coisas. Estará a “matar dois coelhos com uma só cajadada” pois, em primeiro lugar, a sua casa ficará mais leve, fazendo com que se sinta menos limitado em termos de espaço; e, em segundo lugar, irá sentir-se bem consigo próprio por estar a ajudar quem mais precisa.
  2. Modere as suas actividades. Reduza a sua agenda
    É bom que tenha uma vida activa mas não ao ponto de se sentir stressado e com fatiga. Por vezes temos tendência a fazer mais do que o requerido nas nossas obrigações e responsabilidades. Tome algum do seu tempo para pensar nas coisas que realiza ao longo do dia, da semana e do mês. Coloque-se as seguintes questões.
    Precisa mesmo fazer tudo o que faz?
    Não estará ainda a assumir responsabilidades que já não lhe pertencem?
    Considera ser possível estar a consumir muito do seu tempo em actividades que não lhe agradam?
    Elabore uma lista com algumas das obrigações que poderia de imediato eliminar ou delegar. E depois passe à acção e elimine-as ou delegue-as, mesmo que tenha de o fazer gradualmente.
  3. Passe algum do seu tempo em silêncio. Desfrute de uma pausa tranquila
    A maneira mais simples de viver uma vida de simplicidade e tranquilidade é afastar-se com regularidade de todo o barulho da agitação diária. Sentar-se sozinho em silêncio, por poucos minutos que seja, pode reduzir drasticamente os seus níveis de ansiedade e trazer-lhe calma e alegria. Se tem a vantagem de viver perto de um parque ou da natureza, pode até aproveitar a beleza de um cenário natural para aumentar a eficácia da contemplação. Os ruídos do vento agitando as árvores, o chilreio das aves e mesmo os sons suaves de águas a correr em ribeiras, facultarão de imediato e por si só sentimentos de paz e bem-estar.

Quando se procura viver com mais simplicidade, é necessário aprender a desacelerar e a conectar-se mais profundamente com o próprio interior. Quer o faça simplificando o ambiente em seu redor, reduzindo a sua agenda ou desfrutando todos os dias de uma pausa tranquila, o resultado será sempre uma vida mais pacífica e feliz para si e, consequentemente, para todos os que o rodeiam.

Sem comentários:

Enviar um comentário