sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Investir em si próprio







Investir em si próprio é a coisa mais importante que algum dia poderá vir a fazer. Muitas pessoas foram ensinadas a colocar as necessidades dos outros à frente das suas próprias necessidades. Vivem para servir e para garantir o bem-estar do outros, negligenciando no entanto o seu próprio ser. Esquecem que somente se cuidarmos de nós próprios com carinho, poderemos pretender oferecer aos outros um serviço carinhoso. Assim, é necessária uma mudança de perspectiva e aprender a cuidar de nós próprios em primeiro lugar. Não é uma questão de egoísmo, é uma questão de simples racionalidade. Lembre-se que antes de empreender uma viagem, temos primeiro que encher o depósito do automóvel com carburante.

Considere o quanto investe em si próprio nas seguintes áreas:
  1. Tempo só para si
    Não fique à espera das "sobras" do seu tempo pois muito provavelmente este não vai sobrar. Vai dar por si a adiar essa intenção infinitamente. Por isso, reserve de antemão nem que seja somente meia hora do dia só para cuidar de si. Poderá relaxar num lugar onde possa estar confortável e praticar meditação ou proceder a uma simples introspecção. Poderá frequentar um ginásio e praticar mais exercício físico, o que se reflectirá no seu estado de saúde. Poderá fazer caminhadas. A escolha é sua. Saberá mais do que ninguém como aplicar da melhor forma esse tempo reservado só para si.
  2. Presentes e recompensas
    Habitue-se a elogiar-se a si próprio sempre que alcança um objectivo ou consegue bons resultados. Sempre que sente que merece, ofereça a si próprio novos estímulos, uma prenda ou algo que dê significado à sua vida.
  3. Diversão
    É importante que se divirta. Faça coisas que gosta, seja ir ao cinema, ao teatro ou a espectáculos, ou seja simplesmente ir jantar fora num restaurante agradável. Se gosta de dançar, óptimo, frequente aulas de dança ou simplesmente pratique sempre que oportuno. A dança pode ser uma verdadeira terapia.
  4. Rodear-se da família e de pessoas que o fazem sentir-se bem
    Reserve dias para fazer programas diferentes. Fuja da rotina do dia-a-dia e dos serões passados em frente à televisão. Interaja e comunique. Escolha para amigos aqueles que o fazem rir e sentir-se bem e fuja das companhias pessimistas e derrotistas que o fazem sentir em baixo.
  5. Aumente os seus conhecimentos
    Aprender não ocupa lugar. Esforce-se por aumentar os seus conhecimentos através de cursos de formação, através de livros ou quaisquer outros meios didácticos. Contrate um técnico especializado para iniciar um processo de auto-transformação e desenvolvimento pessoal.
  6. Respeite-se a si próprio
    Aprecie a sua unicidade. Respeite as suas próprias necessidades. Não existe ninguém igual a si próprio.

Sem comentários:

Enviar um comentário