domingo, 26 de julho de 2009

Benefícios Mentais da Meditação


Além de inúmeros benefícios físicos, a prática da meditação oferece igualmente benefícios mentais. Os principais benefícios são a diminuição ou cura da ansiedade e da depressão e consequente aumento da tranquilidade e da paciência, resultantes do estado de serenidade e calma que acompanha a meditação e que contrasta com o ritmo agitado em que normalmente vivemos. A prática faculta à pessoa um relativo estado de equilíbrio, conferindo uma maior lucidez e afastando eventuais conflitos emocionais internos de origem afectiva. Obtém-se assim uma maior clareza mental e objectividade.

Outro benefício mental é o aumento da concentração e da memória. A meditação treina a mente para estar no momento presente, saindo das memórias do passado e das preocupações do futuro. Ao focalizarmo-nos unicamente no aqui e agora, permitimos que uma maior quantidade de experiências seja registada e transferida para a memória.

Um dos ensinamentos principais refere que devemos assumir o papel de observadores, tomando consciência em tudo o que possa surgir na mente mas mantendo-nos desassociados em vez de identificados com a nossa mente. Os pensamentos, as emoções, os sentimentos e as memórias devem ser observados sem serem julgados, mantendo a percepção que estes não são quem nós somos e que a nossa verdadeira identidade se encontra para além destas experiências transitórias.

Da meditação advém também uma tomada de consciência conducente à compreensão e compaixão para com os outros. A introspecção torna-nos conscientes de que o que vemos nos outros existe também em nós. As outras pessoas têm os mesmos sentimentos e emoções que nós. Cometem os mesmos erros que nós e procuram as mesmas metas e objectivos. Reconhecemos deste modo que prejudicar os outros é prejudicar-nos a nós próprios. Assim, adquirimos compaixão para com os outros seres pois passamos a entender as suas fraquezas e vulnerabilidades como imagens das nossas próprias fraquezas e vulnerabilidades. E daí advém a vontade de participar de um mundo pacífico e justo, onde todos possam viver sem guerras e tenham as necessidades básicas supridas.

Por último, a meditação coloca-nos em contacto com o outro nível da mente que normalmente se encontra escondido, ou seja o inconsciente. Ao permitir estabelecer a comunicação entre a mente consciente e a mente inconsciente, a meditação dá-nos a conhecer uma parte secreta da nossa própria essência. Podemos então compreender a razão de muitas das nossas esperanças, preferências e aversões e podemos também aceder a toda uma fonte de criatividade que de outra forma ficaria para sempre adormecida.

Sem comentários:

Enviar um comentário